• Instagram ícone social
  • Facebook Social Icon
  • Vimeo ícone social
  • YouTube Social  Icon

Nascido em Minas Gerais, em 1983, Leo Carrato se lançou em uma jornada fotográfica em 2012 motivada por sua paixão. Atualmente Leo é baseado no Rio de Janeiro e trabalha como fotógrafo e filmmaker.

Enquanto trabalhava como fotógrafo independente em 2013, Leo desenvolveu o projeto “A Revolta”, que é uma visão de dentro dos protestos que levaram milhões de pessoas para as ruas do Rio de Janeiro. Em 2014, depois de se inspirar na próxima Copa do Mundo e nas Olimpíadas, Leo iniciou o projeto multimídia de dois anos “Artigo 6 - Não queremos ser uma estatística”, que explora o núcleo dos problemas sociais do Rio. Ambos os projetos obtiveram visibilidade importante e foram exibidos em todo o país.

O desejo de se conectar com a cultura nativa de seu continente e a aspiração de construir seu mapa espiritual imagético levou Leo à Amazônia. Desde 2015, ele vem trabalhando em um projeto de longo prazo sobre um xamã Bora nativo dentro da floresta peruana. Além disso, para descobrir as crenças espirituais da Amazônia, Leo filmou em 2017 um documentário chamado “Pena e Maracá - A Encantaria do Fundo”, sobre um método natural de cura peculiar praticado principalmente por mulheres na Ilha de Marajó, no norte do Brasil.

Atualmente, Leo é membro do programa de mentoria da Agência VII.

Born in Minas Gerais, Brazil, in 1983, Leo Carrato threw himself into a photographic journey in 2012 driven by his passion. Nowadays Leo is based in Rio de Janeiro and works as a photographer and filmmaker.

While working as an independent photographer in 2013, Leo developed the project “The Uprising,” which is an inside view of the riots that drove millions of people out on the streets of Rio de Janeiro. In 2014, after being inspired by the upcoming World Cup and the Olympics, Leo started the 2-year multimedia project “Article 6 - We Don’t Want to Become a Statistic,” which explores the core of Rio’s social problems. Both projects achieved important visibility and have been exhibited nationwide.

The desire to connect with his continent’s native culture and the aspiration to build its imagistic spiritual map carried Leo to the Amazon. Since 2015, he has been working on a long-term project about a native Bora shaman deep inside the Peruvian rainforest. Also, to uncover the Amazon’s spiritual beliefs, Leo shot a documentary in 2017 called “Pena e Maracá – A Encantaria do Fundo” about a peculiar natural healing method practiced mainly by women in the exquisite Marajo Island, north of Brazil.

Currently, Leo is a member of the VII Mentor Program.